Casca de banana pode auxiliar na descontaminação de água por metais pesados

Luiza Raniero 27 de julho de 2013 1

        Uma nova técnica é descoberta para auxiliar no processo de despoluição de água contaminada por efluentes radioativos. A novidade, que usa casca de banana – até então um resíduo – para retirar metais pesados da água, foi pesquisada pela brasileira Milena Boniolo em sua tese de mestrado.

            Pode ser uma alternativa bastante atraente e barata para as indústrias brasileiras, já que usa um material que normalmente acaba indo para o lixo. No momento, a Milena está em busca de empresas dispostas a aplicar a técnica. “Foi uma descoberta que eu fiz numa época em que trabalhava no Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares. Numa das minhas experiências fiz uma farofa de casca de banana e percebi que, ao jogá-la na água, ela atraia para si os metais pesados presentes neste recurso, relata Milena. Ela explica que ficou fascinada com o fato que decidiu que esse seria o tema de seu mestrado. “Ao investigar melhor o fenômeno, descobri que a reação química acontecia porque a casca da banana possui moléculas de carga negativa que atraem para si substâncias carregadas positivamente, como os metais pesados”, conta a pesquisadora. 

About the author

Luiza Raniero Luiza Montoya Raniero é gestora ambiental, especialista em gestão socioambiental para a sustentabilidade.

Um Comentário »

  1. Robison Raufe Ramos 2 de novembro de 2017 às 13:00 - Reply

    Olá boa tarde eu vi essa reportagem no Globo Repórter uma vez. A minha idéia é que vocês façam teste nas águas contaminadas do Rio doce. Quem sabe pode ser um processo mais rápido de descontaminar as águas? Isso pode gerar uma grande revolução.

Deixe seu comentário