Brasil está entre os 10 países que mais apóiam energia renovável

Mariana Ferreira Gonçalves 24 de julho de 2012 5

O relatório “Impostos e Incentivos para a Energia Renovável”, realizado pela consultoria KPMG Internacional, aponta que nosso país ocupa a oitava posição no ranking das 23 nações que mais adotam políticas que incentivam este tipo de prática. Na publicação divulgada nesta semana, foram levados em conta incentivos fiscais que estimulam a produção de energia eólica, solar, hidrelétrica ou adquirida através da biomassa.

Esta é uma boa notícia para o Brasil, uma vez que aponta que existe um estimulo do poder público considerável  para a produção de energia renovável, assim como oferta de recursos naturais abundantes que possibilitam este cenário. Entre as medidas adotadas, o estudo cita o “Programa de Incentivo às Fontes alternativas de energia”, criado em 2002 pelo governo brasileiro para apoiar a produção de eletricidade a partir de biomassa, geração eólica e pequenas centrais hidrelétricas e o regime fiscal destinado à produtores e biodiesel, que oferece abatimentos consideráveis em impostos.

Mas nem tudo são flores, e a crise mundial freou os novos investimentos neste ano e os investimentos em energia renovável no Brasil tiveram queda no primeiro semestre de 2012. O cenário se repetiu em muitos outros países – e em especial na União Europeia – por conta da crise econômica.  Ainda assim, o cenário global parece positivo: em 2009, 83 países possuíam algum tipo de meta ou política de promoção à geração de energia renovável. Em 2012, esse número cresceu para 96, sendo que a maioria dessas nações tem economia emergente.

O relatório completo, em inglês, está disponível neste link:

About the author

Mariana Ferreira Gonçalves Redatora. Para visualizar meu curriculum, clique aqui.

5 Comentários »

  1. Andressa Muller 24 de julho de 2012 às 23:47 - Reply

    Em meio à tantas notícias tristes sobre meio ambiente, é sempre bom saber que existem medidas sendo tomadas em prol da sustentabilidade

  2. André 24 de julho de 2012 às 23:54 - Reply

    Muito boa esta notícia, pelo menos neste quesito estamos evoluíndo!

  3. Sylvia 24 de julho de 2012 às 23:55 - Reply

    Não é por menos, já que nosso país é rico em hidrelétricas e cheio de possibilidades de energia renovável

  4. Jessica Caroline Assis 25 de julho de 2012 às 0:08 - Reply

    Muito interessante esta notícia, vou usar para fazer um trabalho para a escola.

  5. Paulo 25 de julho de 2012 às 0:26 - Reply

    Excelente matéria, espero que esta seja uma prática cada dia mais comum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *