O legado verde dos jogos olímpicos de Londres

Mariana Ferreira Gonçalves 14 de agosto de 2012 0

As Olimpíadas na terra da rainha Elizabeth mal terminaram, mas já é possível contabilizar o legado deixado graças a um planejamento minucioso em termos de sustentabilidade. Os jogos que proporcionaram visibilidade mundial para Londres foram apenas o agente catalisador de mudanças, com destaque para 5 temas principais: mudanças climáticas, lixo, biodiversidade, inclusão e incentivos para a população viver de forma mais saudável e sustentável.

Para isso, foram criadas mais de mil quilômetros quadrados de novas áreas verdes na cidade, em especial em East London, até então uma região industrial e pouco valorizada. Também merece destaque o velódromo praticamente 100% ventilado sem o uso de ar-condicionado e que faz uso da luz natural e da coleta de água de chuva para reduzir os danos ao meio ambiente. Entre outras novidades “verdes” dos jogos olímpicos de 2012 estão o reaproveitamento da água utilizada nas piscinas, o uso de matérias recicláveis na pavimentação das ruas e a imensa maioria do público chegando às competições de bicicleta ou transporte público.

Mas no quesito inovação e design, não tem para ninguém: em breve Londres irá inaugurar a maior ponte movida à energia solar do mundo! Com mais de 4.400 painéis fotovoltaicos instalados ao longo da construção, a ponte localizada no terminal de Blackfriars, será capaz de gerar anualmente 900.000 KWh de eletricidade. Isto equivale a 50% de toda a energia consumida pela estação e uma redução nas emissões de carbono em 511 toneladas por ano. E as inovações sustentáveis não param por aí: a ponte solar de Londres também irá contar com sistema de coleta de água da chuva e tubos que conduzem a luz natural para iluminar o interior da construção. A obra deveria ter sido entregue a tempo para os jogos Olímpicos, mas mesmo este atraso não irá impedi-la de se tornar mais um cartão postal da terra da rainha.

About the author

Mariana Ferreira Gonçalves Redatora. Para visualizar meu curriculum, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *